ÁREAS DE ATUAÇÃO

Alopatia

  Alopatia é um termo introduzido em 1810 por Christian Friedrich Samuel Hahnemann (1755-1843), considerado o Pai da Homeopatia, para descrever técnicas de tratamento que sigam o princípio "Contraria contrariis curantur" que seria oposto ao "Similia similibus curantur" (semelhantes são curados por semelhantes), base terapêutica da homeopatia.

     A "medicina alopática" é uma expressão usada normalmente por homeopatas e defensores de outras formas de medicina alternativa para se referirem à utilização, por parte da medicina convencional, de agentes farmacologicamente ativos ou intervençõesfísicas, com o objetivo de tratar doenças, suprimir sintomas ou processos fisiopatológicos.

     Baseada no princípio contraria ou Lei dos Contrários, é oposta à Homeopatia. Também conhecida por Heteropatia, Enantiopatia, é o tratamento de doenças utilizando medicamentos cujos efeitos são diferentes daqueles sintomas apresentados por essas doenças.

     O termo geralmente se refere à medicina atual, ou convencional, de bases científicas, em contraste à medicina alternativa. 

Dermatologia e Cosmeticos

 Dermatologia é a especialidade médica que se ocupa do diagnóstico e tratamento clínico  cirúrgico das enfermidades relacionados à pele e aos anexos cutâneos (unhas, pelos, mucosas, cabelos).

         A Dermatologia atua em todos os processos fisopatológicos que envolvem a pele: desde simples infecções, reações auto-imunes e inflamatórias, e tumores.

 

           Por lidar com a pele, a dermatologia é a especialidade médica mais indicada para atuação em cosmiatria.

Homeopatia

     A homeopatia baseia-se no princípio da similitude, apoiando-se na observação experimental de que toda a substância capaz de provocar determinados sintomas em um dindivíduo sadio é capaz de curar, desde que em doses adequadas, um doente que apresente sintomas semelhantes.

       A palavra Homeopatia foi criada por Hahnemann, oriunda do grego

ómoios (semelhante) e pathos (doente) e designa o método terapêutico

baseado na lei natural de cura  similia similibus curantur, ou seja, o semelhante será curado pelo semelhante.

       Trata-se de um sistema científico e filosófico bem determinado, com uma metodologia de pesquisa própria, que se apóia em dados de experimentação clínica de drogas e medicamentos homeopáticos no homem sadio, para sua posterior aplicação no homem doente.